Os Mortos Iníquos –

Experimentarão Aniquilação ou Tormento Eterno?

Dan Corner

(Autorizamos copiar este artigo para utilizá-lo somente em sua totalidade.)

 

Como com qualquer ponto doutrinário, devemos buscar cuidadosamente nas Escrituras a resposta a esta importante pergunta (2Timóteo 3:16,17). Não podemos sublinhar demais, porque somente nas Escrituras aprendemos as verdades de Deus. Isto quer dizer que devemos ir primeiro à palavra escrita de Deus para entender o abstrato. Por exemplo, se a Escritura declara diretamente que os mortos iníquos serão eternamente atormentados, então devemos interpretar que a misericórdia, o amor, a graça e a justiça de Deus, permitem isto. Em contraste, o seguinte é um exemplo de como a antagonista Ellen G. White, fundadora do Adventismo do Sétimo Dia (ASD), vê esta doutrina:

Quão repugnante a toda emoção de amor e misericórdia, e ainda o nosso sentido de justiça, é a doutrina de que os mortos iníquos são atormentados com fogo e enxofre em um inferno eternamente incendiado; que pelos pecados de uma breve vida terrena vão ser torturados enquanto Deus viva. (1)

As Testemunhas de Jeová (TJ) têm escrito algo similar:

O inferno não poderia ser um lugar de tormento porque uma idéia assim nunca veio à mente nem ao coração de Deus. Além do mais, para atormentar uma pessoa eternamente porque fez mal na terra por uns poucos anos, é contrário à justiça. (itálico deles). (2)

Quereria um Deus amoroso verdadeiramente atormentar as pessoas para sempre?(3)

Não devemos nunca recorrer a raciocínios humanos a parte das Escrituras, como os antes mencionados, se queremos conhecer a verdade. De fato, as escrituras estabelecem o engano que pode resultar deste tipo de pensamento errado:

Tenham cuidado para que ninguém os engane meio de argumentos sem valor, que vêm da sabedoria humana. Essas coisas vêm dos ensinamentos de criaturas humanas e dos espíritos que dominam o universo e não de Cristo. (Colossenses 2:8)

E. G. White continuou fazendo outras extremas acusações não escriturísticas acerca desta doutrina e àqueles que a abraçam:

Está muito além do poder da mente humana calcular o mal que tem feito a heresia do tormento eterno. (4)

A teoria do tormento eterno é uma das falsas doutrinas que constituem o vinho da abominação de Babilônia, do qual faz com que todas as nações bebam... O receberam de Roma... Se nos tornamos testemunhas da Palavra de Deus, e aceitamos falsas doutrinas porque nossos pais nos ensinaram, caímos sob a condenação pronunciada sobre Babilônia; estamos bebendo o vinho de sua abominação. (5)

 

Sua Alma É Eterna?

Essa é verdadeiramente a mensagem da Escritura que Deus deseja que a humanidade conheça acerca da morte dos iníquos? Busquemos nos registros eternos nós mesmos, como o fizeram os de Beréia (Atos 17:11) A primeira passagem que devemos observar é Apocalipse 20:10:

E o diabo que os enganava foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde estavam a besta e o falso profeta; e serão atormentados dia e noite pelos séculos dos séculos (RV).

A palavra estavam, neste versículo se refere ao diabo, à besta (o anticristo) e ao falso profeta. Em outras palavras, o diabo e alguns humanos sofrerão este destino eterno. Assim, segundo a Escritura, seu destino eterno será tormento dia e noite pelos séculos dos séculos. Daí também podemos concluir que as almas do anticristo e do falso profeta são eternas, já que não vão ser aniquiladas ou eliminadas da existência. Esta mesma verdade é repetidamente substanciada através da Escritura.

Mas, também, a palavra Grega traduzida como atormentados em Apocalipse 20:10, tem o seguinte significado:

basanizo, bas-an-id'-zo; do G931; torturar: - dor, fadiga, tormento, expulsar, humilhar.

Basanizo (6) aparece em outro lugar:

Eles [os demônios] começaram a gritar: "- Filho de Deus, o que o senhor quer de nós? O senhor veio aqui para nos atormentar antes do tempo? (Mateus 8:29 - Tradução livre)

Este versículo revela que os demônios já conheciam qual seria seu futuro destino, isto é, tormento, não aniquilação. Consequentemente, este versículo e Apocalipse 20:10 juntos, nos brindam uma idéia mais clara acerca do fogo eterno preparado para o diabo e seus anjos:

Depois ele dirá aos que estiverem à sua esquerda: Afastem-se de mim, vocês que estão debaixo da maldição de Deus! Vão para o fogo eterno, preparado para o Diabo e os seus anjos! (Mateus 25:41).

Este fogo eterno do qual falou o Senhor em Mateus 25:41, foi especialmente preparado para que seres espirituais fossem atormentados para sempre (Apocalipse 20:10; Mateus 8:29). De acordo com este verso, Apocalipse 20:10 e Mateus 25:46, pessoas também irão a esse fogo especial.

E irão estes ["bodes"] ao castigo eterno: mas os justos à vida eterna (KJV).

A palavra Grega para "castigo" neste versículo também significa tormento:

kolasis, kol'-as-is; del G2849; imposição penal: - castigo, tormento.

De novo, a evidencia demonstra que os mortos iníquos vão ao "tormento eterno", segundo os ensinamentos de Jesus e não podem interpretar-se como aniquilação. (7) (Se fossem aniquilados, não poderiam experimentar tormento eterno.) Todas as pessoas semelhantes aos bodes serão lançados no mesmo fogo preparado para o diabo e seus anjos, o qual está de acordo com o claro ensinamento de Apocalipse 20:10.

 

Geenna o Gehenna

Como os ASD, os agressivos TJ também se opõem à doutrina de um tormento eterno consciente para os mortos. Duas das Escrituras mal interpretadas por eles para isto são Mateus 10:28 e Lucas 12:4, 5:

E não temais aos que matam o corpo, mas a alma não podem matar; temei mais aquele que pode destruir a alma e o corpo no inferno [geenna] (RV)

Mas vos digo, amigos meus: Não a temais aos que matam o corpo, e depois nada mais podem fazer. Porém, os ensinarei a quem deveis temer: Temei àquele que depois de haver tirado a vida, tem poder para lançar no inferno [geenna]; sim, digo-vos, a este temei (RV - Tradução livre).

O aniquilacionista Clark Pinnock também cita Mateus 10:28 de forma similar:

Nosso Senhor falou claramente do juízo de Deus como a aniquilação dos iníquos quando advertiu da capacidade de Deus para destruir o corpo e a alma no inferno (Mateus 10:28).(8)

(A palavra Grega traduzida como Inferno em Mateus 10:28 e Lucas 12:5 é geenna. Outros versículos em que esta palavra se encontra são: Mateus 5:22,29,30; 18:9; 23:15,33; Marcos 9:43,45,47; Tiago 3:6. Jesus foi o único que utilizou o termo geenna, exceto Tiago, neste versículo.)

Os TJ erroneamente entendem geenna (ou gehenna) como:

Também temos aprendido que Gehenna não significa lugar de tormento, mas que na Bíblia é utilizada como um símbolo de destruição eterna. (9)

 

Destrói, Não Aniquila

De Mateus 10:28 e Lucas 12:4,5, podemos concluir que aqueles que são lançados no inferno (geenna) tem tanto suas almas como seus corpos destruídos ali. Sem dúvida, a palavra traduzida como destruir (apollumi), como se utiliza em Mateus 10:28, não significa aniquilar. Além de Apocalipse 20:10 como prova disto, podemos facilmente deduzi-lo se examinarmos outros dois versículos onde esta mesma palavra Grega é utilizada, mas querendo dizer perder-se e perdido, respectivamente:

Ninguém põe vinho em odres velhos. Se alguém fizer isso, os odres rebentam, o vinho se derrama e os odres se perdem [apollumi]. Pelo contrário, o vinho novo é posto em odres novos, e assim não se perdem nem os odres nem o vinho. (Mateus 9:17 RV - Tradução livre)

"Porque este meu filho estava morto e viveu de novo; estava perdido [apollumi] e foi achado. E começaram a regozijar-se" (Lucas 15:24)

De novo, esta palavra Grega não pode significar aniquilar. Sabemos isso porque as garrafas de vinho que se perderam estavam ainda em existência, porém, arruinadas para o propósito para o qual foram criadas. Ainda mais, o filho pródigo não foi aniquilado quando se perdeu, mas estava completamente consciente naquele estado espiritual.

E mais, se alguém fosse aniquilado no geenna não poderia experimentar "tormento" pelos séculos dos séculos, como expressa claramente Apocalipse 20:10. Mais ainda: esta mesma passagem é muito mais clara quando a consideramos junto com Apocalipse 19:20. Aqui apresentamos as duas juntas:

O monstro foi feito prisioneiro junto com o falso profeta, que havia feito coisas espantosas na sua presença. Com aquelas coisas ele havia enganado os que tinham o sinal do monstro e os que haviam adorado a imagem do monstro. O monstro e o falso profeta foram jogados vivos no lago de fogo que queima com enxofre. (Apocalipse 19:20)

Aí o Diabo, que os havia enganado, foi jogado no lago de fogo e enxofre, onde o monstro e o falso profeta haviam sido lançados. E lá serão atormentados para todo o sempre, de dia e de noite. (Apocalipse 20:10)

Está claro, então, que o diabo, o falso profeta e o anticristo, todos experimentarão o castigo eterno, isto é, tormento sem fim para sempre, mas não a destruição total, como alguns ensinam. Isto está ainda mais claro quando observamos que "a besta e o falso profeta" foram lançados no lago de fogo e enxofre 1.000 anos antes do diabo chegar ali, e ainda assim, estes humanos não foram aniquilados no lago de fogo. 

Recorde também que este fogo foi preparado para seres espirituais, e é algo nunca visto e do qual não sabemos nada, exceto o que aparece revelado na Bíblia.  Então, argüir que este mesmo fogo não pode ser literal, porque do fogo emana luz, e o oposto, isto é, a mais densa escuridão está reservada para os que se perdem (2Pedro 2:17; Judas 13 RV) não tem sentido, já que este argumento está baseado no que conhecemos acerca de um fogo que não pode atormentar seres espirituais. Não seria por acaso possível que de um fogo que atormente por séculos e séculos, possa emanar escuridão?


Deus (YHWH) Se Vinga e Guarda Sua Ira

Considere as seguintes verdades acerca de Deus, as que muito poucas vezes são mencionadas:

Jeová é Deus zeloso e vingador; Jeová é vingador e cheio de indignação; se vinga de seus adversários e guarda sua ira para seus inimigos (Naum 1:2 RV, Tradução livre)

Apocalipse 14:9-12 acrescenta-se a tudo isto, ao estabelecer:

E o terceiro anjo os seguiu, dizendo a grande voz: Se alguém adora a besta e a sua imagem, e recebe a marca em sua fronte e em sua mão, ele também beberá do vinho da ira de Deus, que tem sido esvaziado puro no cálice de sua ira; e será atormentado (10)  com fogo e enxofre diante dos santos anjos e do Cordeiro; e o fumo do seu tormento sobe por todos os séculos dos séculos. E não têm repouso de dia nem de noite os que adoram a besta e a sua imagem, nem ninguém que receba a marca de seu nome. Aqui está a paciência dos santos, os que guardam os mandamentos de Deus na fé de Jesus. (RV, tradução livre).

 

O Senhor Reserva aos Injustos Para Ser Castigados

Observe também 2Pedro 2:9:

... o Senhor sabe como livrar das tentações as pessoas dedicadas a ele e também sabe como reservar os maus para ser castigados no Dia do Juízo (RV - Tradução livre).

A palavra Grega traduzida como "reservar", aparece difinida a seguir:

tereo, tay-reh'-o; de teros (vigilia; talvez relacionado a G2334); guardar-se (de perda ou dano), como manter-se alerta; diferente de G5442, que significa evitar escapar; e de G2892, onde se implica uma fortaleza ou uma linha completa de aparato militar), observar (uma profecia; fig. cumprir uma ordem); por impl. deter (em custódia; fig. manter); por extensão, reter (para fins pessoais; fig. manter-se solteiro); -  ter, ((ob-, pre-, re)servar, vigilar.

No contexto de 2Pedro 2:8-10, os Sodomitas são os injustos reservados sob castigo. Isto quer dizer que já se passaram milhares de anos desde a destruição de Sodoma (Gênesis 19:24) até o dia de hoje, e eles ainda estão reservados ou preservados (11) esperando o dia do juízo mencionado em Apocalipse 20:11-15. Suas almas não têm sido aniquiladas ao longo de milênios. Considere este dado significativo.

 

Sofrendo É Em Contínuo Presente

Judas comenta a respeito do mesmo povo imoral dos quais Pedro estabeleceu que estejam reservados:

como Sodoma e Gomorra e as cidades vizinhas, as quais da mesma maneira que aquelas, havendo fornicado e seguido com vícios contra a natureza, foram postas como exemplo, sofrendo o castigo do fogo eterno (Judas 7 RV, Tradução livre).

A palavra a Grega traduzida como sofrendo é um particípio presente ativo, que expressa uma ação contínua ou repetida. Utilizar o tempo contínuo sofrendo para eles seria impossível se fossem aniquilados da existência.

Observe também a palavra castigo no relato de Judas. Lembre de Naum 1:2 enquanto o analisa. Aqui está outra vez:

Jeová é Deus zeloso e vingador; Jeová é vingador e cheio de indignação; vinga-se de seus adversários e guarda sua ira para seus inimigos.

 

Aniquilação, Uma Impossibilidade

Este é outro versículo que contradiz a aniquilação dos iníquos e que muitas vezes é ignorado:

Pois o Filho do Homem vai morrer da maneira como dizem as Escrituras Sagradas; mas ai daquele [Judas] que está traindo o Filho do Homem! Seria melhor para ele nunca ter nascido! Marcos 14:21 - NTLH)

Esta é uma linguagem claramente de condenação. Mas também João 17:12 é explícito quanto ao fato de que o apóstolo Judas Iscariotes morreu em uma condição espiritual perdida, mesmo que antes houvesse sido salvo. (Mateus 10:1-4 cf. 12:49,50). (12) O Senhor disse a Judas que ele estaria pior depois de morto, do que antes de haver nascido. Antes de nós havermos nascido, não conhecíamos nada. Em outras palavras, a estamos em uma condição similar à de ser aniquilados. Sem dúvida, isto não é o que Judas e outros iníquos mortos vão conhecer, segundo Jesus.

 

Maior Condenação

De forma similar, a aniquilação dos iníquos é desmentida nesta Escritura:

Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! porque devorais as casas das viúvas e como pretexto fazeis longas orações; por isto recebereis maior condenação. Ai de vós, escribas e fariseus hipócritas! porque atravessam mar e terra para fazer proselitismo, e uma vez feito, o fazeis duas vezes mais filho do inferno, [geenna] que vós (Mateus 23:14,15 RV, Tradução livre)

Vai haver uma maior condenação no geenna para uns que para outros! Isto seria impossível se todos os iníquos fossem aniquilados. Se todos eles fossem aniquilados, então todos receberiam a mesma "condenação".

 

Outras Passagens Relacionadas ao Inferno

Considere estas outras passagens acerca daqueles que não entram no Reino de Deus:

Se tua mão faz com que você peque, corte-a; melhor é entrar na vida sem uma das mãos, do que tendo as duas, ir para o inferno [geenna], onde o fogo não poder ser apagado, onde os vermes que devoram nunca morrem e o fogo nunca se apaga. E se o teu pé estiver a ponto de cair, corta-o; é melhor entrar na vida aleijado do que tendo os dois pés, ser lançado no inferno [geenna], ao fogo que não pode ser apagado, onde os vermes que devoram nunca morrem e o fogo nunca se apaga. E se um de teus olhos estiver a ponto de cair, tira-o, é melhor entrar no reino de Deus com um olho, do que tendo os dois ser lançado no inferno [geenna], ao fogo que não pode ser apagado, onde os vermes que devoram nunca morrem, e o fogo nunca se apaga. Marcos 9:43-48, RV - Tradução livre)

E o machado também já está posto na raiz das árvores; portanto, toda árvore que não dá bom fruto é cortada e lançada ao fogo (Mateus 3:10 RV - Tradução livre)

Sua pá está em sua mão, e limpará sua eira; e recolherá o trigo no depósito, e queimará a palha em fogo que nunca se apagará (Mateus 3:12 RV - Tradução livre)

Porém eu vos digo que qualquer que se irar contra seu irmão, será culpado de juízo; e qualquer que diga: Nécio, a seu irmão, será culpado ante o tribunal; e qualquer que lhe diga: Tolo, ficará exposto ao inferno [geenna] de fogo (Mateus 5:22 RV - Tradução livre)

Toda árvore que não dá bom fruto é cortada e lançada ao fogo (Mateus 7:19 RV - Tradução livre)

De maneira que, como se arranca a cizânia e se queima no fogo, assim será no fim deste século. (Mateus 13:40 RV - Tradução livre)

Assim será ao final do século; serão dois anjos, e separarão os maus dos justos, e os lançarão no forno de fogo, ali haverá choro e ranger de dentes (Mateus 13:49,50 RV - Tradução livre.

Portanto, se tua mão ou teu pé estão a ponto de cair, corta-os e joga-os longe de ti; melhor é entrar na vida manco ou aleijado, que ter duas mãos e dois pés e ser lançado no fogo eterno. E se teu olho está a ponto de cair, tira-o de ti; é melhor entrar com um só olho na vida, que ter dois olhos e ser lançado no inferno [geenna] de fogo (Mateus 18:8,9 RV - Tradução livre)

E ao servo inútil, lança-o às trevas de fora. Ali haverá choro e ranger de dentes (Mateus 25:30 RV - Tradução livre)

E muitos dos que dormem no pó da terra serão despertados, uns para a vida eterna e outros para a vergonha e confusão perpétua (Daniel 12:2 RV - Tradução livre)

Sobre os maus fará chover calamidades, Fogo, enxofre e vento abrasador será a parte do seu cálice (Salmos 11:6 RV - Tradução livre)

Em chama de fogo, para dar retribuição aos que não conheceram a Deus, nem obedecem ao evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo; os quais sofrerão a pena eterna da perdição, excluídos da presença do Senhor e da glória de seu poder (2Tessalonissenses 1:8,9 RV - Tradução livre)

Porque se pecarmos voluntariamente depois de havermos recebido o conhecimento da verdade, já não fica mais sacrifício pelos pecados, mas uma horrenda expectativa de juízo, e de fervor de fogo que há de devorar os adversários. O que viola a lei de Moisés, pelo depoimento de duas ou três testemunhas, morre inevitavelmente. Quanto mais severo será o castigo pensais que merecerá o que pisoteou o Filho de Deus, e profanou o sangue do pacto no qual foi santificado (13) e ultrajar o Espírito da graça? (Hebreus 10:26-29 RV - Tradução livre)

 

Tanto os Justos Como os Iníquos

São Descendentes de Sheol

No AT, tanto os justos como os iníquos descendiam de sheol. Sheol é o equivalente a hades no AT. Sabemos isto porque em Hebreus 2:27 é citado o Salmo 16:10 e se utiliza hades em Atos, mas sheol em Salmos, para a mesma palavra. Antes que Jesus ressuscitasse de sua tumba, ambos, os justos (Gênesis 37:35) e os iníquos (Salmos 9:17; Provérbios 7:27) iam a este lugar. Assombrosamente, Jesus, depois de sua morte redentora e antes de sua ressurreição corporal, foi ao hades (Atos 2:31) Foi neste momento que Jesus pregou aos "espíritos encarcerados que desobedeceram" nos tempos de Noé (1Pedro 3:19,20 RV). O fato de que Jesus pregou desde o hades aos mortos iníquos, contradiz a idéia do sonho da alma, porque isto houvera sido impossível se Jesus e sua  audiência houvessem estado inconscientes naquele momento.

 

Eclesiastes 9:5,10

Eclesiastes 9:5,10 tem sido erroneamente utilizado para sustentar o conceito equivocado do "sonho da alma." Desafortunadamente estes versículos foram retirados do contexto correto, criando confusão. Por favor, observe os versículos 3-10:

Este mal existe entre tudo o que se faz debaixo do sol, que um mesmo sucesso acontece a todos, e também que o coração dos filhos dos homens está cheio de mal e de insensatez no seu coração durante a vida; e depois disto se vão aos mortos. Ainda há esperança para todo aquele que está entre os vivos; porque melhor é cachorro vivo do que leão morto. Porque os que vivem sabem que tem que morrer; mas os mortos nada sabem, nem terão recompensa, porque sua memória jaz no esquecimento. Também seu amor, e seu ódio e sua inveja já pereceram, e nunca mais terão parte no tudo o que se faz  . Anda e come teu pão com alegria, e bebe teu vinho com o coração alegre, porque tuas obras já são agradáveis a Deus. Em todo tempo sejam brancos teus vestidos, e nunca falte ungüento sobre tua cabeça. Goza a vida com a mulher que amas, todos os dias de tua vida fugaz que te são dados debaixo do sol, porque esta é tua parte na vida,e em teu trabalho, com que te afadigas debaixo do sol. Tudo o que vier à tua mão para fazer, faça-o conforme tuas forças porque no Seol, aonde vais, não há obra, nem trabalho, nem ciência nem sabedoria (Eclesiastes 9:3-10 - Tradução livre).

O "único evento que todos" experimentamos "debaixo do sol" é a morte física. Veja também Hebreus 9:27. Isto explica o significado de os mortos nada sabem, isto é, os fisicamente mortos não sabem o que ocorre "debaixo do sol" onde os fisicamente vivos estão. Não tem mais nada a ver com os vivos, como tiveram uma vez. Além do mais, na tumba [sheol] não há obra, nem trabalho, nem ciência, nem sabedoria, todas elas tarefas e deveres comuns aos vivos "debaixo do sol." Outra vez, 1Pedro 3:19 refuta claramente a idéia do sonho da alma.

Em Lucas 16:19-31, Jesus deu alguns detalhes acerca do lugar dos mortos, com seus compartimentos separados por um grande abismo sem salvação, quando ensinou acerca de duas pessoas que morreram e onde estavam depois. Os aniquilacionistas, como os TJ, tentam explicar esta passagem dizendo o seguinte:

O texto que termina no que se utiliza o termo Hades se encontra em Lucas 16:22-26, relatando sobre o "homem rico" e "Lázaro". A linguagem usada ao longo do relato é sensivelmente parabólica e não pode ser interpretada literalmente devido aos textos que a precedem. Note, sem dúvida, que do "homem rico" da parábola, diz-se que foi "enterrado" em Hades, apresentando evidencia adicional para sustentar que o Hades significa a tumba comum da humanidade. (14)

Aqui está a passagem a respeito de Lázaro e o homem rico que foi a hades:

Havia um homem que se vestia de púrpura e de linho fino, e fazia a cada dia, um banquete esplendoroso. Havia também um mendigo chamado Lázaro, que estava colocado na porta do rico, cheio de chagas e ansiava saciar-se com as migalhas que caíam de sobre a mesa do rico; e os cachorros vinham e lhe lambiam as chagas. Aconteceu que morreu o mendigo e foi levado ao seio de Abraão; morreu também o rico e foi sepultado. E no Hades abriu os olhos, estando em tormentos, e viu de longe a Abraão, e a Lázaro em seu seio. Então ele, falando, disse: Pai Abraão tem misericórdia de mim, e envia a Lázaro para que me molhe a ponta de seu dedo na água e refresque minha língua; porque estou atormentado nesta chama. Mas Abraão disse: Filho, recorda que recebeste teus bens em tua vida, e Lázaro também males; porém agora, este é consolado aqui, e tu atormentado. Além de tudo isto, um grande abismo está posto entre nós e vós, de maneira que os que quiserem passar daqui para aí, não podem, nem de lá passar para cá. Então lhe disse: Rogo-te, pois, pai, que o envies à casa de meu pai, porque tenho cinco irmãos, para que lhes testifique, a fim de que não venham eles também a este lugar de tormento. E Abraão lhe disse: A Moisés e aos profetas têm; ouçam-nos. E então disse: Se não ouvem a Moisés e aos profetas, tampouco se persuadirão, ainda que alguém se levante dos mortos. (RV - Tradução livre)

 

Não É Uma Parábola

Depois de sua morte física, Lázaro se reuniu com Abraão em um lugar agradável. Como Abraão foi um personagem real do AT, sabemos que esta história não pode ser uma parábola, como as TJ querem nos fazer pensar. Mais ainda, esta passagem não aparece identificada como uma parábola nem sob a descrição de parábolas, como aparecem as demais, nos Evangelhos Mateus 13:3, 10, 13, 18, 24, 31, 33, 34, 35, 36, 53; 15:15; 21:33, 45; 22:1; Marcos 3:23; 4:2, 10, 11, 13, 30, 33, 34; 7:17; 12:1, 12; Lucas 5:36, 6:39; 8:4, 9, 10, 11; 12:16, 41; 13:6; 14:7; 15:3; 18:1, 9; 19:11; 20:9,  19;21:29

Finalmente, aceitar o ensinamento do homem rico e Lázaro como uma parábola, como as TJ querem que façamos, é também dar uma interpretação muito estranha que não pode ser verificada. O seguinte é o que a Sociedade Atalaia ensina:

O homem rico na ilustração representa os líderes religiosos importantes que rechaçaram a Jesus e finalmente o mataram. Lázaro representa as pessoas comuns que aceitaram o filho de Deus. A morte do homem rido e de Lázaro representa uma mudança de condição. Esta mudança ocorreu quando Jesus alimentou espiritualmente as pessoas esquecidas como Lázaro, para que eles pudessem assim receber o favor de Abraão do Abraão maior, Jeová Deus. Ao mesmo tempo, os falsos líderes religiosos "morreram" com respeito a obter o favor de Deus. Havendo sido descartados, sofreram tormentos quando os seguidores de Cristo expuseram suas más obras. (Atos 7:51-57) Assim, esta ilustração não ensina que algumas pessoas mortas são atormentadas em um inferno de fogo literal. (15)

Não há nenhuma Escritura que chame a Deus de Abraão Maior. É vitalmente importante recordar que a Sociedade Atalaia é uma Biblicamente definida como falso profeta. (Veja sua longa lista de profecias falsas disponíveis através do "Alcance Evangélico", P. O. Box 265, Washington, PA 15301. Veja os pontos de contato no portal deste folheto.) Por isto, sua estranha interpretação de Lucas 16:19-31 deve reconhecer-se como proveniente de uma fonte escura. Observe: enquanto eles dizem que esta passagem não ensina que algumas pessoas são atormentadas em um inferno de fogo literal, o Senhor Jesus Cristo ensinou outra coisa.

 

O Fogo De Hades

O homem rico de Lucas 16:19-31 também morreu e seu corpo foi enterrado. Ele foi a um lugar de tormento em fogo:

E no Hades alçou os olhos, estando em tormentos, e viu de longe a Abraão, e a Lázaro em seu seio. Então ele, clamando, disse: Pai Abraão, tem misericórdia de mim, e envia a Lázaro para que molhe a ponta do seu dedo em água e refresque a minha língua; porque estou atormentado nesta chama. (Lucas 16:23,24 RV - Tradução livre)

Recorde que o corpo humano não é o mesmo, obviamente, que a alma. Jesus ensinou em Mateus 10:28 que há uma diferença entre o corpo do homem e sua alma, pela palavra e. Portanto, depois que uma pessoa morre fisicamente, sua alma seguirá vivendo, como o confirmam as passagens antes mencionadas. Aqui vemos uma vez mais que as TJ estão erradas quando ensinam o seguinte:

...Deus criou ao homem com uma alma. O homem é uma alma. (itálicos deles). (16)

A palavra Grega traduzida como atormentados (basanizo) em Apocalipse 20:10 provém da palavra (basanos) interpretada como tormentos em Lucas 16:23 e tormento no versículo 28. Isto nos ajuda a entender como o fogo do Hades (Lucas 16:23,24) pode seguir atormentando, porém não aniquila as pessoas que morrem em uma condição espiritual sem salvação. Ajuda-nos também a compreender a seguinte passagem que estabelece que o Hades entregasse os mortos que havia nele e será ao final, lançado no lago de fogo.

E o mar entregou os mortos que havia nele. E a morte e o Hades entregaram os mortos que havia neles; e foram julgados cada um segundo suas obras. E a morte e o Hades foram lançados ao lago de fogo. Esta é a segunda morte. (Apocalipse 20:13,14, KJV - Tradução livre)

Observe: os mortos no hades, ainda depois de milhares de anos, não foram aniquilados nem sacados da existência, porque foram entregues para ser julgados, antes de ser lançados ao lago de fogo (versículo 15).

Ademais, a segunda morte é outro nome para o lago de fogo. A morte nesse contexto significa separação e não destruição por aniquilação. Recorde que quando o filho pródigo estava morto estava separado do Pai. Para as pessoas, experimentar a segunda morte, significa que estarão separados de Deus em um lugar de fogo e enxofre, onde serão atormentados para sempre.

o mesmo homem rico de Lucas 16:19-31 que estava sendo atormentado em fogo podia recordar sua vida terrena e estava completamente consciente enquanto ouvia e falava com Abraão, podia ver a Lázaro e desejava água. Portanto, os ensinamentos dos ASD e das TJ sobre o sonho da alma, são antibíblicos. Veja também Apocalipse 6:9-11 (17) e 1Pedro 3:19,20 (18). Isto também contradiz claramente esta crença das TJ:

Assim que os sentidos humanos do ouvido, da vista, do tato, do olfato e do gosto, os quais dependem de sua capacidade de pensar, todos deixarão de funcionar. De acordo com a Bíblia, os mortos entram em um estado de completa inconsciência. (19)

 

Jonas Orou Desde O Sheol

Recorde também que Jonas estava totalmente consciente quando orava a Deus desde o sheol (Jonas 2:2). Que embaraçoso fica este evidente fato para o seguinte ensinamento das TJ:

Em todos os lugares nos quais o Sheol aparece na Bíblia, nunca se associa com vida, atividade ou tormento. Vincula-se mais com a morte e inatividade. (20)

Em contraste vemos ambas, vida e atividade na oração de Jonas a Deus (Jonas 2:1-9). Também vemos tormento em 2:2:

E disse: invoquei em minha angústia [tsarah] a Jeová, e ele me olhou; desde o seio do Sheol clamei, e minha voz ouviste (RV - Tradução livre)

A palavra Hebréia traduzida como aflição se define a seguir:

tsarah, tsaw-raw'; fem de H6862; aperto (i.e. fig. problema); trans. um rival feminino: adversário, adversidade, aflição, angústia, tribulação, dificuldade.

Claramente, Jonas sofreu tormento, sim, sofreu o mencionado acima. Mais especificamente, a Escritura continua dizendo o seguinte acerca de seu mal estar dentro do grande peixe:

As águas me rodearam até a alma, rodeou-me o abismo; a alga se enrolou em minha cabeça. Desci aos pés dos montes; desci à terra cujos ferrolhos correram sobre mim para sempre. Mas tu tiraste minha vida da sepultura, oh Jeová, Deus meu. Quando minha alma desfalecia em mim, eu me lembrei de Jeová, e minha oração chegou até ti, em teu santo templo. (2:5-7 RV - Tradução livre)

Ainda que a Sociedade Atalaia faça declarações autoritárias quanto ao que a Bíblia ensina, não devemos deixar-nos enganar por eles. De um modo geral estão equivocados, como temos demonstrado.

 

Choro e Ranger de Dentes

Este destino para os maus no fogo, também será acompanhado de choro e ranger de dentes, parecido ao que podemos esperar do homem rico em hades:

Enviará o Filho do Homem a seus anjos e recolherão de seu reino a todos os que servem de tropeço, e aos que fazem iniqüidade, e os jogarão no forno de fogo; ali haverá choro e ranger de dentes (Mateus 13:41, 42 RV).

Quão contrária é a verdadeira mensagem da palavra de Deus ao que ensinam as TJ acerca do lago de fogo e a aniquilação dos mortos iníquos:

é, de toda forma, claro, que Jesus usou Gehenna querendo dizer destruição total resultante do juízo adverso de Deus, fazendo assim impossível sua ressurreição à vida como alma. (Mateus 10:28; Lucas 12:4,5). (21)

...uma destruição que é eterna e que estará disponível sempre para receber a qualquer que em qualquer tempo futuro mereça a destruição de Deus. (22)

A palavra de Deus é clara quanto ao futuro mais além da tumba para todos os que morrem em uma condição espiritual sem salvação. Serão lançados no mesmo lago de fogo que eternamente atormentará o diabo, o anticristo e o falso profeta (Apocalipse 20:10, 15 cf. Mt. 25:41-46). Portanto, ademais de um reino no Paraíso Celestial que ganhar (Lucas 23:43; Fil. 1:21-23 cf. 2Cor. 12:4; Apoc. 21:4), também há um lago de fogo que evitar. Isto nos ajuda a compreender quão importante e preciosa é a salvação. O Senhor Jesus Cristo o disse desta maneira:

Que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma? Que daria um homem em troca de sua alma? (Marcos 8:36,37 BEA)

Uma passagem final que se faz necessário mencionar é Mateus 7:13,14. Está indiretamente relacionado com o tormento dos condenados porque revela que a maioria das pessoas nascidas, não poderá entrar no Reino de Deus e irão a esse lugar de pesadelo. Querido leitor, Você está biblicamente salvo neste momento? Se não está, livre-se de seus pecados e coloque sua fé em Jesus para sua salvação (Atos 20:21). Se você foi salvo uma vez, mas perdeu sua salvação, arrependa-se e regresse ao Pai, como o filho pródigo (Lucas 15:24-32). Recorde: Porque nos temos tornado participantes de Cristo, se, de fato, guardamos firme, até o fim, a confiança que, desde o princípio tivemos. (Hebreus 3:14 BEA) Veja também Mateus 10:22 e Apocalipse 2:10,11. Ao final, passaremos toda a eternidade no Reino de Deus com seus muitos gozos e prazeres (Isaías 35:10; Mateus 25:21,23; Romanos 2:7; 2Coríntios 12:4; Apocalipse 21:4;22:3 etc.) e continuaremos experimentando dor e tormento em um feroz, eterno e inextinguível fogo que foi preparado para o diabo e seus anjos, sem ser nunca aniquilados e sem esperança de sair. A eleição é sua, já que Deus não deseja que ninguém se perca, mas que todos voltem ao arrependimento. (2Pedro 3:9). Assim mesmo, muitos serão enganados por falsos profetas (Mateus 24:11) tais como E. G. White e a Sociedade Atalaia. Não seja você uma de suas vítimas nem de ninguém com ensinamentos semelhantes.

 

*Nota: Como este documento é uma tradução do original em Inglês, todas as citações abaixo, são de livros em Inglês.

(1) Ellen G. White, The Great Controversy Between Christ and Satan (Pacific Press Publishing Association, 1950), p. 535. As ênfasis en negrito são nossas.

(2) You Can Live Forever in Paradise on Earth (Watch Tower Bible and Tract Society of Pennsylvania, 1982), p. 89. Quão presunçosa é a Sociedade Atalaia ao dizer que uma idéia assim nunca esteve no coração de Deus, especialmente a luz das antes mencionadas Escrituras.
(3) Ibid., p. 81.
(4) The Great Controversy, p. 536.
(5) Ibid., pp. 536, 537.
(6) Basanizo pode associar-se com dor literal no corpo (Mt. 8:6) e também na alma (2 Ped. 2:8). Compare isto com Mt. 10:28 e Apoc. 20:10.
(7) O Aniquilacionismo é conhecido também em Teologia como "imortalidade condicional."
(8) Clark Pinnock, citou de Four Views on Hell (Grand Rapids, MI: Zondervan Publishing House, 1992), p. 146.
(9) You Can Live Forever in Paradise on Earth, p. 89. Os Aniquilacionistas estão em geral prontos a indicar que o gehenna é uma alusão a um  crematório de lixo fora de Jerusalém em tempos de Jesus, onde uma vez se ofereciam sacrifícios a deidades pagãs. Ao utilizar o mesmo termo para descrever o lugar de fogo e de tormento reservado para os mortos iníquos, o Senhor estava simplesmente dizendo  que os não salvos serão lançados no fogo como o lixo era lançado no fogo fora de Jerusalém.
(10) A palavra Grega aqui é basanizo, a mesma que se utiliza en Apoc. 20:10.
(11) Preservado é um dos significados desta palavra Grega.
(12) O ensinamento popular de salvo sempre salvo, segurança eterna segurança, perseverança dos santos, não é Escriturístico, como demonstrou o  Apóstolo Judas Iscariotes e muitas passagens não citadas aqui.

(13) Esta passagem sobre o inferno de fogo e condenação se refere diretamente a pessoas que uma vez foram salvas, mas que logo pecaram até o ponto de converter-se em adversários de Deus ao pisotear o Filho de Deus sob seus pés, tendo por imundo o sangue do pacto no qual foi santificado, fazendo afronta ao Espírito da Graça. Podemos assegurar que essa pessoa havia sido salva anteriormente, porque estabelece que foi santificado pelo sangue do pacto (o sangue de Jesus). Isto pode acontecer quando há uma verdadeira regeneração. Heb. 10:26-29 refuta claramente o ensinamento da segurança eterna, também conhecida como salvo sempre salvo ou a perseverança dos santos. A falácia comum de que esses na realidade nunca foram salvos se derruba pelo contexto desta passagem. Essas pessoas nunca voltarão a salvar-se, diferentemente do filho pródigo (Luc. 15:24, 32) ou os mencionados em Tiago 5:19, 20.
(14) Aid To Bible Understanding (Watch Tower Bible and Tract Society of Pennsylvania, 1971), p. 701.
(15) You Can Live Forever in Paradise on Earth, pp. 88, 89.
(16) Ibid., p. 78.
(17) Porque as almas falavam e foram capazes de receber uma túnica, sabemos que estavam conscientes.
(18) Ecl. 9:5, 10 deve ser interpretado como tendo em mente Ped. 3:19,20.
(19) Ibid., p. 77.
(20) Ibid., p. 83.
(21) Aid To Bible Understanding, p. 634.
(22) Ibid., p. 1019.

NOTA: Este tratado foi traduzido do Inglês ao Espanhol e do Espanhol ao Português. Todas as fontes citadas são em Inglês, porém a maioria delas deve estar disponível também em Espanhol. Caso tenha dificuldades com o idioma Inglês, pode usar um dicionário Inglês/Português para comparar a TNM com a KIT ou para comparar com outras publicações da Sociedade Atalaia utilizadas como referencia. Se tais publicações não estiverem disponíveis, pergunte-se a você mesmo ou a seu ancião: Por quê? 

 

Retorne a Difusión de las  Buenas  Noticias

http://www.evangelicaloutreach.org/intnl.htm

Endereço:

P.O. Box 265

Washington, PA 15301-0265, USA