A Vergonha de uma Testemunha de Jeová "Peso Pesado"

- O Fim do Mistério

Dan Corner

[Incentiva-se o leitor a duplicar o artigo, mas sem mudanças,

 alteração ou omissão de nenhum tipo.]

 

Charles Taze Russel, fundador e primeiro presidente das Testemunhas de Jeová, escreveu seu entendimento da Bíblia em uma série de livros chamados: Estudos das Escrituras (Studies in the Scriptures). Antes da morte de Russel, seis volumes foram escritos e depois de sua morte Clayton J. Woodworth y George H. Fisher usaram os ensinamentos de Russel e escreveram tais doutrinas no sétimo volume - O Fim do Mistério (The Finished Mystery). Daí que o sétimo volume se identifica a si mesmo como o trabalho póstumo do Pastor Russell. Todas as citações, a menos que se especifique de outra maneira, são tomadas da edição de 1917 de Estudos nas Escrituras (Studies in the Scriptures), série VII, O fim do Mistério (The Finished Mystery), direito autoral de Peoples Pulpit Association. (Todas as ênfases em negrito das citações são minhas, ao passo que todas as ênfases em maiúsculas estão no original.) O sétimo volume de Russel é um comentário sobre o Apocalipse, Cantares e Ezequiel.

Comecemos com citações reais, comprovando que este sétimo volume são as doutrinas de Charles Taze Russell:

Este trabalho póstumo do Pastor Russel (organizado para ser usado como um livro de texto) está bastante condensado, incluindo os fragmentos do estilo literário do Pastor, todos os quais se fazem referência a seu trabalho (pág.10).

TRABALHO PÓSTUMO DO PASTOR RUSSELL (Pág. 2, se for numerado)

Ao final do livro se encontra um anúncio para todos os sete volumes:

O Exaustivo e Célebre Trabalho do PASTOR RUSSELL Completo em Sete Volumes Belamente Encadernados (Seria a pág. 608, se for numerado)

Claramente, o volume sete contém os ensinamentos de Russell, ainda que realmente não o tenha escrito, como os seis primeiros volumes. Além do mais, a importância única de C. T. Russell é abertamente indicada:

Sendo o Pastor Russell o mensageiro da Igreja de Laodicéia, e ocupando uma posição de Servo especial do Senhor para dar carne à família da Fé em seu devido tempo.. (pág.4)

Aqueles Cristãos consagrados que tenham lido e apreciado totalmente a verdade como está contida nos seis volumes precedentes de ESTUDOS NAS ESCRITURAS (Studies in the Scriptures) facilmente vêem e estão de acordo que Charles Taze Russell foi o mensageiro da Igreja em Laodicéia. Na mente de todos os que creem na Bíblia, a evidência assinalada sucessivamente neste volume estabelecerá este fato de maneira inquestionável. (pág.3)

O mensageiro especial para a última Era da Igreja, foi Charles Taze Russell, nascido em 16 de Fevereiro de 1852. Ele admitiu, de forma privada, sua crença de que foi eleito para seu grande trabalho desde antes de seu nascimento. (pág.53)

Conclui-se que Russell mesmo admitiu de forma privada, que ele mesmo é esse mensageiro especial da Igreja de Laodicéia. Também, em Apocalipse 21:20, lemos a seguinte interpretação de Ametista (amethyst), que supostamente faz referência a C. T. Russell e ao sétimo volume:

Ametista era a pedra de nascimento do Pastor Russell: e olhai quão perfeita sua aplicação! Era o mais leal em sua fidelidade, e totalmente fiel ao sangue de Cristo, como se mostra em vermelho. Agora tem a realeza, graças a Deus! A taça que derramou jamais intoxicou com erro aos que tomaram de sua corrente de águas vivas da Fonte de toda Verdade, a Palavra de nosso Pai. A cristalização de seis lados representa seus seis volumes de Estudos nas Escrituras (Studies in the Scriptures) e este, o Sétimo, o sumário de tudo, representa a pedra como um todo (págs. 326 e 327).

 

Os Ensinamentos de Russell São Chaves Para Um Entendimento Tal Como O Afirma?

Parece que uma característica um tanto comum dos cultos, é que seus próprios materiais são exaltados a essa chave especial necessária para entender a Bíblia. Este mesmo conceito defeituoso e perigoso foi ensinado por João Calvino e Mary Beker Eddy com respeito a seus própris escritos, porém eles não estavam sozinhos, Russell fez exatamente o mesmo:

Pela graça do Senhor, ele escreveu os seis volumes de ESTUDOS NAS ESCRITURAS (Studies in the Sriptures), tais escritos aparte da Bíblia, têm alegrado mais corações e entusiasmado a Cristãos com uma maior esperança e uma expectativa mais satisfatória do que qualquer outro escrito existente. Estes livros têm sido corretamente designados "Chaves para o plano Divino das Idades" (Keys to the Divine Plan of the Ages). (pág. 5)

Pode-se dizer corretamente deste livro, que é uma publicação póstuma do Pastor Russell. Por quê? Porque o Senhor lhe deu a "chave"; foi dado a ele o privilégio de esclarecer a Igreja em seus últimos anos, o "Mistério de Deus"; a ele foi outorgado o privilégio de levar das mãos do Senhor à família da Fé "carne a seu devido tempo" para o especial desenvolvimento e sustento dos pequenos queridos de Deus... Pareceu do agrado do Senhor que os Irmãos C. J. Woodworth e George H. Fisher deveriam preparar o sétimo volume, sob a direção de WATCH TOWER BIBLE e TRACT SOCIETY (Sociedade Atalaia) (págs. 5 e 6)

Outra vez, como João Calvino ridiculamente exaltou a seus próprios Institutos (Institutes) de ser uma chave para o entendimento Bíblico, a mesma declaração foi falazmente realizada acerca dos trabalhos de Russell. Assim, sob a direção de Watchtower Bible and Tract Society (WS), que chaves para as Escrituras foram dadas a Russell que foram escritas depois de sua morte e que também se encontram nos primeiros seis volumes de Estudos nas Escrituras (Studies in the Scriptures)? Ainda mais importante: Por que a Watchtower Society (Sociedade Atalaia) atualmente não ensina como fez Russell? Neste artigo, o leitor será exposto a uma lista de falsas profecias, erros Escriturísticos e doutrinas negadas na atualidade pela Watchtower Society (Sociedade Atalaia), os quais não darão resposta a esta pergunta crucial.

Até agora temos lido que supostamente Russell é todo o seguinte:

o mensageiro da Igreja de Laodicéia

Servo especial do Senhor para dar carne à Família da Fé em seu devido tempo

● o mensageiro especial da última Era da Igreja

● Deus lhe deu a “chave”

● a ele foi dado o privilégio de esclarecer a Igreja em seus últimos anos o “Mistério de Deus”

● e a respeito do sétimo volume (O Fim do Mistério / The Finished Mystery), lemos onde diz ser o sumario de todos os seis volumes precedentes.

 

Russell o “servo fiel e prudente”?

A explicação em Apocalipse 1:1 nos diz mais a respeito de Russell e sua conexão com Mateus 24:45:

João, o Revelador e o profeta Habacuc predisseram que o entendimento desta revelação, dada no ano 96 DC, fixada para uma data determinada, ao final da era, e isso, para aquela época, agora, para quando o "servo fiel e prudente" estaria presente com o povo de Deus, a visão se faria clara (pág.11)

Através de Seu anjo, O "anjo" de Apocalipse 3:14 representou este mensageiro que apareceu a João. A promessa de nosso Senhor em Lucas 12:14 não está limitada a atividades neste lado do véu (pág.12)

Supõe-se que C. T. Russell era o "Servo fiel e prudente" de acordo com o significado de Apocalipse 22:6:

O mesmo anjo mencionado em Apocalipse 1:1; 19:9, 10; representando Russell, além do véu (pág.334)

O significado de Apocalipse 3:14 revela o mesmo:

O mensageiro especial da última Era da Igreja foi Charles T. Russell... (pág. 53)

Além disso, se supõe que são Jesus e Russell juntos que são o servo fiel e prudente:

Deus estabeleceu a Jesus (David) o Amado (Jeremias 23:4, 5; João 10:11), e o Pastor Russell como um servo fiel e prudente para por em manifesto as verdades novas e antigas do armazém da Bíblia, para alimentar as ovelhas. (pág.538)

● Você acredita que Charles T. Russell, "O 'anjo' de Apocalipse 3:14, apareceu ao Apóstolo João, como se encontra na explanação segundo "por meio de seu anjo" em Apocalipse 1:1?  ____ SIM  ____ NÃO.

 

1881

O ano de 1881 é significativo para aqueles que conhecem as afirmações de Russell. Consideremos as seguintes citações e ficará muito claro:

Durante sete anos depois do retorno de Cristo em 1874 - até 1881 - O Pastor Russell, ainda que tivesse muito conhecimento do Plano de Deus, estava até certo ponto na mesma condição de conhecimento imperfeito da Palavra de Deus que outros cristãos (pág. 386).

Então, em 1881, ele se converteu em vigilante de toda a cristandade, e começou seu gigantesco trabalho de dar testemunho.

 

Russel "Carne no seu devido tempo"

Falar com uma Testemunha de Jeová de nossos dias, comumente significa que a identidade de nosso Senhor Jesus será facilmente reduzida muito abaixo da verdade encontrada na Bíblia sobre sua deidade. No entanto, por incrível que pareça, C. T. Russell acreditava que Jesus é o Todo-poderoso em Apocalipse 1:8 (Esta é uma das muito poucas vezes em que Russell estava correto em seus ensinamentos a respeito de Jesus).

"Tem sido desde Sua ressurreição que sua mensagem foi publicada - 'Foi-me dada toda autoridade no céu e na terra' (Mateus 28:18) Por conseguinte, somente desde então, que se pode chamá-lo o Todo-poderoso" (pág.15).

Outra vez, C. T. Russell, a mesma Testemunha de Jeová original, ensinou que Jesus, depois de sua ressurreição é Todo-poderoso, porém, certamente isto não é o que as Testemunhas de Jeová de nossos dias creem. Além do mais, em Apocalipse 1:4. Russel descreve a Jesus como onisciente:

"Nesta ilustração simbólica o olho do Senhor é representado como sete ou completo, que tudo vê, que está em todas as partes, que tudo sabe..." (pág.13)

 

Matias, Não Paulo

O entendimento de Russell de Apocalipse 1:13 nos faria pensar, esta vez incorretamente, que Paulo foi o substituto Apostólico de Judas:

... em Seus Doze Apóstolos, Seus Representantes - São Paulo tomando o posto de Judas... (pág.18)

A verdade real é que não foi Paulo, mas Matias quem substituiu Judas. Esta é claramente a mensagem da Bíblia:

“Portanto, é preciso que se una a nós uma testemunha da ressurreição, um dos que nos acompanhavam todo o tempo que o Senhor Jesus viveu entre nós, desde quando João batizava até o dia em que Jesus foi levado de entre nós.” Então propuseram a dois: a José, chamado Barsabás, apelidado o Justo, e a Matias. E oraram assim: "Senhor, tu que conheces o coração de todos, mostra-nos a qual destes dois hás elegido para que preencha o cargo do serviço apostólico que Judas deixou para ir-se ao lugar que lhe correspondia." Logo jogaram sortes e a eleição recaiu em Matias; assim ele foi reconhecido junto com os onze apóstolos. (Atos 1:21-26)

A partir destes dados, agora devemos estar conscientes de dois fatos: 1) Charles T. Russell não estava declarando a mesma mensagem que é ensinada hoje em dia pela Watchtower Society (Sociedade Atalaia) e 2) em outros tempos declarou uma mensagem não consistente com a Bíblia! Levando em conta que estes são fatos irrefutáveis, é impossível que Russell seja o que ele e seus seguidores imediatos desavergonhadamente afirmam que é.

 

Datas e Profecias

Baseado em Apocalipse 6:11 e a cláusula "e foi lhes dito que", se dão os pensamentos de Russell:

Realmente não, porém, pelos ensinamentos das dispensações paralelas, que mostram que como Cristo foi ressuscitado de entre os mortos em 33 DC, os santos que dormem seriam ressuscitados 1845 anos mais tarde, na primavera de 1878. (Pág. 118)

Outras datas importantes para Russel foram 1874, 1914, 1918, 1920, 1925 e 1932:

Outono de 1874 DC.  Segunda vinda do Senhor (pág. 60).

Deu o nome de "Watch Tower" (Sociedade Atalaia) a sua publicação bimestral, e, firme na crença de que a Segunda Vinda ocorreu em 1874... (pág. 368)

Até a sétima época, culminando respectivamente em 73, 325, 1160, 1378, 1518, 1874 e1918 DC (pág.72)

Este capítulo se relaciona com a Ira Divina, depois de 1918 DC, sobre os governos, simbolicamente chamados "montanhas e colinas " e sobre os rios, as denominações... Todas as igrejas oficiais serão destruídas, literalmente pela espada, e pela verdade acerca delas na Palavra de Deus, a Espada do Espírito. (pág.402).

Em um curto ano, 1917-1918, o vasto e complicado sistema de sectarismo alcança seu momento mais alto de poder, só para repentinamente ser lançados ao esquecimento. (pág.285)

Seu tempo é chegado - 1918 - quando a iniquidade na casa dos Filhos de Deus terá seu fim. (pág. 468)

Ezequiel 5:2, 12, 16, 17, se relaciona com os aspectos da destruição literal de Jerusalém, em 606 AC e em 70-73 DC, e da cristandade entre 1914 e 1918 DC. (pág. 398)

Não haverá oportunidade alguma para escapar da destruição, ainda que as nações - como é o caso da Alemanha, os Aliados e os Estados Unidos - busquem seriamente, mas  em vão alguma forma de assegurar a paz. O problema é devido ao começo do Dia de Cristo, o Milenio. É o Dia da Vingança, no qual começou na Primeira Guerra Mundial de 1914, a qual se desatará em uma furiosa tormenta matutina em 1918. (pág. 404)

Também, durante o ano de 1918, quando Deus destruirá as igrejas em grande escala e os membros aos milhões, sendo que qualquer pessoa que escapar, virá ao trabalho do Pastor Russell para aprender o significado da queda da "Cristandade". (pág.485)

Na medida em que os de mente carnal apostatam do Cristianismo, colocando-se ao lado dos radicais e dos revolucionários, se regozijarão na herança da desolação da Cristandade depois de 1918, da mesma forma, Deus fará um movimento revolucionário exitoso; será completamente desolado, "na sua totalidade", Nem uma sombra daquilo haverá sobrevivido às devastações mundiais da total anarquia, no outono de 1920. (pág. 542)

... depois das guerras, as revoluções e anarquia do período compreendido entre 1914 até 1925 haverão passado. O tempo do estabelecimento do Reino em poder está indicado como "no décimo quarto ano depois daquilo, a cidade (Cristandade) foi desolada" - ou quatorze anos depois de 1918, ou seja, 1932. (pág. 569)

Depois de 1918 as pessoas que sustentam o igrecristianismo deixarão de ser seus sustentadores, serão destruídos como partidários, pela pestilência espiritual dos erros e pela fome da Palavra de Deus entre eles. (pág. 399)

Também os republicanos desaparecerão no outono de 1920. (pág. 258)

Os três dias nos quais os exércitos do Faraó perseguiram os Israelitas no deserto representam os três anos entre 1917 e 1920 para esse tempo, os mensageiros do Faraó serão tragados no mar da anarquia. (pág.258) O ano de 1914 trouxe o final dos Tempos para os Gentis, porém, não o final do trabalho da Colheita. (pág. 61)

... A primavera de 1918 trará sobre a Cristandade um espasmo de angústia ainda maior que a experimentada no outono de 1914. Reexamine a tabela das Dispensações paralelas em ESTUDOS NAS ESCRITURAS (Studies in the Scriptures), Vol 2, págs. 246 e 247; mude o 37 por 40, o 70 por 73, e 1914 por 1918, e cremos que está correto e será cumprida "com grande poder e glória". (Marcos 13:26) (pág. 62)

A data mencionada de 1918 está claramente fazendo referência ao regresso do Senhor ou A Vinda do Filho do Homem. Isto é evidente ponderando Marcos 13:26, que foi citado ali. Aqui está esta escritura:

Verão então, o Filho do homem vir nas nuvens com grande poder e glória. (Marcos 13:26 NVI)

Ademais, lemos em outras partes acerca de 1918:

... então, que devemos esperar no ano paralelo de 1918? O irmão Russel fez a pergunta a três irmãos proeminentes, dos quais  todos responderam não saber, mas que estariam desejosos de esperar e ver. Quando me chamou lhe disse: "Desde que o ano 73 DC viu o completo desmoronamento da nomeada Israel Natural na Palestina, assim também no ano paralelo de 1918, eu  deduzo que deveríamos ver o completo desmoronamento da nominal Israel Espiritual; ou seja, a queda de Babilonia. (Apocalipse 18). O Irmão Russell respondeu: esta é exatamente a dedução a se chegar' (pág. 129)

Portanto, claramente 1918 é supostamente a vinda de Cristo e a queda de Babilonia, de acordo com seu sétimo volume. As testemunhas de Jeová desse tempo acreditavam que estavam com a verdade, mas, pelo contrário, foram enganados.

 

Russell comparado com o Profeta Ezequiel

Além do mais, o profeta a Ezequiel supostamente foi um tipo de Charles Russell, baseado em suas interpretações de Ezequiel 10:2:

Ezequiel sendo um tipo de Russell, se vê a si mesmo atuando da maneira aqui descrita. (pág. 421)

Russel é repetidamente feito semelhante ao profeta Ezequiel:

Verdadeiramente, "dor, lamentação e calamidade" era a carga do profeta de Deus Ezequiel, como predisse a destruição de sua amada cidade, Jerusalém - e também do Pastor Russell, porque predisse a desolação de um mundo! (pág. 380)

Pergunta: Realmente Russell predisse que a desolação estava por vir? ____ SIM ____ NÃO.

O significado da palavra Ezequiel é "Deus é forte", e personifica a fé e a mensagem do Pastor Russell. (pág. 367 e 368)

Assim como Ezequiel foi filho de Buzi, "Condenado de Deus", o Pastor Russel nasceu de um sistema religioso denominacional, o qual é infiel a Jeová. O Pastor Russell, por haver fielmente cumprido seu voto de consagração ao serviço Divino, foi aceito como um verdadeiro sacerdote do Todo-poderoso. (pág. 368)

 

Eles saberão que um [falso] Profeta

[C. T. Russell] está entre eles

O profeta Ezequiel tinha uma mensagem de destruição, mas Deus queria que ele soubesse o seguinte:

Não obstante, quando tudo isto suceda e em verdade está a ponto de cumprir-se, saberão que houve um profeta ente eles. (Ezequiel 33:33 NVI)

É neste mesmo versículo (Ezequiel 33:33), que a seguinte interpretação e comparação é realizada dos livros de Russell

Mas então, para quando as coisas preditas em todos os sete volumes dos Estudos nas Escrituras (Studies in the Scriptures) tenham sido cumpridas, então a cizânia, sendo tarde demais, se dará conta de que um Grande Pregador Divinamente Ordenado "tem estado entre eles". (pág. 532)

● Considerando as coisas preditas  nos sete volumes dos Estudos nas Escrituras (Studies in the Scriptures)  não se cumpriram, pelo contrário, falharam redondamente, portanto, não deveríamos crer que Russell é um falso profeta em vez de um grande Pregador Divinamente ordenado? ____ SIM ____ NÃO

 

Estranhos Ensinamentos Que Não São Escriturísticos

Além das profecias sem cumprimento, como "carne a seu devido tempo",em outros tempos seus ensinamentos não eram mais que estranhos, ensinamentos especulativos sem nenhum basamento real nas Escrituras. Enquanto Russell ensinou que o número 144.000 é o número dos Eleitos (pág. 323), ou a Esposa de Cristo (pág. 138), ele mencionou uma coisa diferente a respeito das classes de ovelhas:

 

Como o número da Esposa do Cordeiro há de ser 144.000, seria razoável pensar que cada uma destas teria que cuidar de 144.000. Como 144.000 vezes 144.000 é 20.736.000.000 (Vinte bilhões, setecentos e trinta e seis milhões), certamente justo o número exato dos que há de cuidar - 144.000 seria uma grande multidão de indivíduos que cada um dos da classe de Esposa teria que cuidar. Desta maneira vemos a necessidade do grande trabalho da Grande companhia. (pág. 138)

Russell obteve o seguinte, a partir de Apocalipse 21:17:

Devemos esperar encontrar que o número dos resgatados durante o Milenio será ao redor desta quantidade: e também encontramos o seguinte: O cotovelo, em simbolismo, é uma longitude flexível, como a palavra "dia". Se multiplicarmos o número de estádios de longitude da cidade pela medida do homem 144, o resultado é 144.000.000 vezes 144, ou 20.736.000.000, o número estimado da classe de ovelhas para o final da Idade do Milenio. (pág.323)

Russell, com seu entendimento de todos os propósitos de Deus para a humanidade e de alguns para com os anjos (pág. 385), também supostamente compreendeu o número dos anjos (a quem ele chama a Grande Companhia) em Apocalipse 5:11. Ele ensinou:

O número da Grande Companhia, aparentemente excederá os cem milhões [assim disse]. Números 4:46-48 e Êxodo 28:1, indicam somente um sacerdote para cada um dos Levitas dos 2.860, os quais farão do número da Grande Companhia, aproximadamente [assim disse] 411.840.000 (pág. 103)

E serão guiados a fontes [vivas] de águas DE VIDA - Eles não terão "o poço de água que brota para a vida eterna", como o terão os da classe de Esposa, mas poderão tomar gratuitamente da "Água da Vida" que brota dos poços-mananciais da Fonte e de seus 144.000 associados. (pág.142)

A interpretação da Watchtower Society (Sociedade Atalaia) de Apocalipse 8:3 é um aval de Russell, que apesar de estar morto, ainda está dirigindo todo aspecto do trabalho de colheita:

E outro anjo - não "a voz do Senhor", mencionou no capítulo anterior, se não o corpo corporativo - a WATCH TOWER BIBLE e TRACT SOCIETY (Sociedade Atalaia), as quais foram fundadas por Russel, para terminar seu trabalho. Este versículo mostra que, apesar de que Russell tenha passado além do véu, ele ainda está dirigindo cada aspecto do trabalho de Colheita. "A WATCH TOWER BIBLE e TRACT SOCIETY (Sociedade Atalaia) é a maior corporação do mundo, porque desde o tempo de sua organização até o presente, o Senhor a tem utilizado como Seu canal através do qual faz conhecer as Boas Notícias" (pág. 144)

De maneira similar, a interpretação de apocalipse 16:16 declara:

O Pastor Russell morreu para manter-se fora do alcance do anti-típico Faraó, Satanás, no outono de 1916, porém, com uma firme crença que seu trabalho "o seguiria", nós mantemos que ele segue supervisionando, por decreto do Senhor, o trabalho ainda por realizar-se. (pág. 256)

 

Quatro Perguntas Simples

● Amigo leitor de Watchtower Society (Sociedade Atalaia), Você acha que o Pastor Russel, apesar de já haver passado para o outro lado do véu, ainda está dirigindo cada aspecto do trabalho da Colheita?      SIM ___ NÃO ___

● Você acredita que Russell supervisiona na atualidade  trabalho da Watchtower (A Atalaia)? SIM ___ NÃO ___

● Você acredita ainda que a Watchtower Bible e Tract Society (Sociedade Atalaia) é o canal de Dios para fazer conhecer as Boas Noticias, as mesmas proclamadas por Russell? SIM ___ NÃO ___

● Poderia o Deus da verdade canalizar sua mensagem através de seu mensageiro especial e não fazer que sucedesse o que sucedeu a Russell? SIM ___ NÃO ___

Em Apocalipse 8:5, lemos:

E um anjo - A WATCH TOWER SOCIETY (Sociedade Atalaia) através de seus representantes adequados. Tomou o incensário. - Os sete volumes de ESTUDOS NAS ESCRITURAS (Studies in the Scriptures), Divinamente providos. ... E houve [vozes e] trovões. - Sete volumes de "Estudos nas Escrituras", este sendo o último da série. (Apocalipsle 10:3, 4). Trovões é simbolismo de controvérsia, e este livro poderia causar uma. Particularmente se espera que o clero torne contrária qualquer verdade que este contenha. (pág. 145)

● De acordo com a evidência acima, é possível que o incensário de Apocalipse 8:5 seja o sétimo volume de Estudos nas Escrituras (Studies in the Scriptures)? SIM ___ NÃO ___

● Pode o sétimo volume ser divinamente provído e conter falsa informação? SIM ___ NÃO ___

 

As Sete Igrejas na Ásia Menor

As sete igrejas dirigidas em Apocalipse 2 e 3, mencionam vários anjos. Esses sete "mensageiros" (ou "anjos") em ordem cronológica são: Paulo (pág. 23), João (pág. 27), Arius (pág.30), Peter Waldo (pág.37), John Wycliffe (pág.45), Martin Luther (pág. 48) e o mesmo Charles Tazel Russell! (pág. 53). Também é importante recordar que estas sete igrejas (ou "épocas", segundo Russell), mencionadas em Apocalipse 2 e 3 todas culminam para 1918:

O que o Espírito disse às igrejas - até as sete épocas, culminando, respectivamente, em 73, 325, 1160, 1378, 1518, 1874 e 1918 DC (pág. 72).

 

Pondere Sobre Isto!

Sobre Russell se escreve:

Ele ouviu pela primeira vez desde os dias Apostólicos O Plano de Deus. (pág. 385)

● Se Russel foi a primeira pessoa desde os dias Apostólicos a conhecer o Plano de Deus, então, como podem Arius, Peter Waldo, John Wycliffe y Martin Luther ser considerados mensageiros às igrejas em Apocalipse 2 e 3, se os mensageiros da Bíblia estavam declarando a verdade? __________________

● Se Russell foi o mensageiro especial da última Era da Igreja (pág. 53), então por que seus sucessores estão mudando certas coisas que ele ensinou sob o termo nova luz?

Se Russell realmente foi o homem desta era, então a Watchtower Society (Sociedade Atalaia) só deveria estar revendo seu entendimento, o qual só o faz em parte. Outras vezes abertamente contradiz ou ignora o que Russell ensinou.

 

Miguel é o Papa

Um só exemplo de mudança dos entendimentos de Russell se encontra em Apocalipse 12:7 (NVI) onde uma guerra no céu ocorre entre Miguel e seus anjos e o dragão e seus anjos. Este versículo diz:

Houve então uma guerra no céu: Miguel e seus anjos combateram o dragão; este e seus anjos, por sua vez, ficaram à sua frente.

C. T. Russell ensinou que a identidade de Miguel é "o Papa" (pág. 188). Que comoção deve ser isto para as Testemunhas de Jeová de nossos dias, que ensinam que este Miguel é Jesus. Afinal, Miguel é o Papa ou é Jesus? Com somente estas duas opções, ambas estão incorretas, porque o Senhor Jesus não é o Miguel o arcanjo, nem Miguel arcanjo é o Papa.  (A verdade é, o verdadeiro Jesus da Bíblia criou a Miguel o arcanjo e Jesus não é um anjo.)

Russel também revelou a identidade do dragão em Apocalipse 12:7 como sendo a Roma Imperial (pág. 188) em vez do diabo, o Satanás, como claramente o identifica a Bíblia. Por favor, note que Apocalipse 12:7-9 revela a verdadeira identidade do dragão como o diabo:

Começou então uma guerra no céu: Miguel e seus anjos combateram o dragão; este e seus anjos, por sua vez, lhes fizeram frente, mas não puderam vencer, e já não houve lugar para eles no céu. Assim foi expulso o grande  dragão, aquela serpente antiga que se chama Diabo e Satanás,  e que engana o mundo inteiro. Junto com seus anjos, foi atirado à terra.

Então novamente, como podem as Testemunhas de Jeová de nossos dias oporem-se aos ensinamentos de Russell acerca de Miguel em Apocalipse 12:7 quando os mencionados ultra-exaltadores elogios sobre ele tem sido publicados com tanto esforço por eles? Isso, em si mesmo, é uma contradição. Ademais, ainda incomparáveis elogios têm sido declarados sobre Russell:

Muitos ministros Cristãos tem tido vislumbres sobre a Palavra de Deus, conhecimentos de algum tipo sobre o Plano, alguma medida do Espírito Santo, porém ao Pastor Russell, mensageiro de Deus para a última era da Igreja, foi uma superabundância de dons, para colocar as coisas de Deus em ordem (Isaías 44:7), para proclamar como o entendimento harmonioso de todos os propósitos divinos para a humanidade e para alguns anjos (Efésios 3:11).  Ele ouviu a total harmonia do “canto de Moisés e do Cordeiro” (Apocalipse 15:3). Para ele as asas (Apocalipse 12:4), a Palavra de Deus, o Antigo e o Novo Testamento, soaram suas Boas Notícias, uma mensagem cujas partes “tocou a cada um”, estava em completo tato, completa harmonia. Ouviu pela primeira vez desde os dias Apostólicos o Plano de Deus, “o ruído das rodas [ciclos, eras]”, Ouviu as manifestações da operação do Espírito Santo, o “ruído de uma grande rajada,” e foi cheio do Espírito em uma medida mais além da porção de muitos homens Cristãos. (pág. 385)

Ao Pastor Russell foi dada uma clara, formosa, completa compreensão do Plano de Deus como foi revelado nos concertos do Tabernáculo e os sacrifícios (pág. 235).

 

Criação de Adão antes de 4127 AC

Para o leitor mediano da Bíblia, não importa quando Adão foi criado, mas certamente não para a Watchtower Society (Sociedade Atalaia) e as Testemunhas de Jeová que encontramos em nossas portas. Esta porção de informação, para eles, é crítica para a organização de datas. Russell ensinou o seguinte, não acerca da criação de Adão, mas acerca de sua queda, que alega, ocorreu em 4127 AC (pág.60). Daí sabemos que Russell acreditava que Adão foi criado algum tempo antes de 4127 AC.

Em volume diferente dos assim chamados Estudos nas Escrituras (Studies in the Scriptures) de Russell, lemos o seguinte:

Seis mil anos desde Adão culminaram em 1872 AC (Vol 2, Edição 1908, pág. 374, se for numerado)

Se diminuirmos 6000 anos de 1872 DC nos dá 4127 AC. Similarmente, lemos em outra ocasião:

Neste capítulo apresentamos à Bíblia evidência que indica que os seis mil anos desde a criação de Adão se completaram em 1872 DC, e desde então, estamos entrando cronologicamente no ano sete mil ou o Milenio. (Vol. 2, Edição 1908, pág.3)

Porém sete anos antes de 1975, a Watchtower Bible and Tract Society (Studies in the Scriptures) estava ensinando que ambos, Adão e Eva o mesmo ano, em um ano diferente - em 4026 AC. Watchtower [A Atalaia],  1 Maio 1968, págs. 271-273, Awake [Despertai], 8 Outubro 1968, págs. 14-15). Outra vez, isto é significativamente diferente do que seu especialmente iluminado mensageiro da última era declarou originalmente. Isto equivale a outra grande diferença.

Além disto, depois de sua falsa profecia, a Watchtower Society (Sociedade Atalaia) já não estava segura de quando Eva foi criada. Muitos acreditam que se fez isto para ocultar a própria falsa profecia e sua identidade. Eles escreveram:

...havia um período indefinido de tempo entre a criação de Adão e a criação de Eva. O "dia de repouso" não começou, senão depois da criação de Eva. Sendo o começo de tal dia desconhecido, seu final também é desconhecido (Watchtower [A Atalaia], 1 Janeiro 1976, pág. 30).

É uma tentativa não escriturística, confundir o assunto e ocultar sua própria identidade, A Watchtower [A Atalaia] diz admitir seus "erros". O leitor deve notar: A Watchtower Society refuta admitir em reconhecer sua falsa profecia de 1975 (ou "erro" como o chamam muitos)

 

A Grande Pirâmide - Testemunha de Deus?

Ninguém tem que ser um erudito da Bíblia para saber que algo não está bem quando A Grande Pirâmide do Egito é mencionada como uma confirmação para ensinamentos bíblicos!

Ainda que estranho, parece que as Testemunhas de Jeová de nossos dias não estão conscientes que foi mencionado para tal motivo ou carecem de habilidade para saber:

A Grande Pirâmide confirma o ensinamento bíblico de que chegou o tempo da Colheita. (pág. 226)

Russel ensinou a mesma coisa incrível no volume dois de Estudos nas Escrituras - O Tempo está Perto (Studies in the Scriptures - The Time is at Hand).

A Grande Pirâmide do Egito é uma das Testemunhas de Deus. (Vol.2, Edição 1908, pág.366)

O volume dois de Estudos nas Escrituras (Studies in the Scriptures) contém muitas datas nele. Em um só parágrafo lemos três destas datas:

Já estamos vivendo o sétimo Milenio - desde Outubro de 1872. O contrato de poder para Os Reinos Gentis deve culminar no ano de 1914. O grande Jubileu antítipo, o Tempo da Restauração de todas as coisas, teve seu início no ano de 1872, no momento adequado da presença do grande Restaurador. (Vol 2, Edição 1908, pág. 363

Em outra página do mesmo livro, lemos a data exata da vinda do Senhor:

O próximo capítulo apresentará evidência bíblica que o ano de 1874 DC foi a data exata do início dos "Tempos da Restauração", e, portanto, a vinda do Senhor. (Vol 2, Edição 1908, pág. 170)

Então, novamente temos a falsa profecia de 1914:

Em vista da forte evidência bíblica acerca do Tempo dos Gentis, consideramos uma verdade estabelecida que o fim dos reinos deste mundo, e o completo estabelecimento do Reino de Deus, será levado a cabo ao final do ano de 1914 DC. (Vol 2, Edição 1908, pág. 99)

... a batalha do grande dia do Deus Todo-poderoso (Apocalipse 16:14) a qual culminará em 1914 DC com a completa destruição do reino atual na terra, já começou. (Vol 2, Edição 1908 pág. 101)

... a era da colheita do Evangelho terminará em Outubro de 1914, e de maneira semelhante a destruição da suposta "Cristandade", deveria esperar-se que siga imediatamente depois. "Em uma hora" juízo cairá sobre ela. (Vol 2, Edição 1908, pág. 245)

Amigo leitor, pense: Podem aquelas datas e falsas profecias dos parágrafos anteriores corroborar as audaciosas afirmações de Russell sobre o seguinte?:

o mensageiro da Igreja em Laodicéia.

Servo especial do Senhor para dar carne à Família da Fé em seu devido tempo.

O mensageiro especial a última Era da Igreja.

● Deus deu a "chave" a ele.

● a ele foi dado o privilegio de esclarecer à Igreja em seus últimos anos o “Mistério de Deus”.

Ao Pastor Russell, mensageiro de Deus para a última era da Igreja, foi uma  superabundância de dons, para colocar as coisas de Deus em ordem (Isaías 44:7), para proclamar como entendimento harmonioso de todos os propósitos divinos para a humanidade e para alguns anjos.

Ele ouviu a total harmonia do “canto de Moisés e do Cordeiro” ..

Ouviu pela primeira vez desde os dias Apostólicos o Plano de Deus, “o ruído das rodas [ciclos, eras]”.

Ouviu as manifestações da operação do Espírito Santo, o “ruído de una grande rajada,” e foi cheio do Espírito numa medida muito acima da porção de muitos homens Cristãos.

Servo Fiel e prudente.

o vigilante de Deus de toda a cristandade.

Ordenado divinamente.

 

Perguntas

● Pode ainda alguma forma das afirmações de Russell estar certas, apesar da evidência acima? ___ SIM ___ NÃO

● Pode isso por si mesmo fazer de Russell uma falsa testemunha, alguém afirmando ensinar a verdade de Deus, mas que, na verdade, ensina mentiras? ___ SIM ___ NÃO

● As pessoas são ajudadas ou prejudicadas com informação falsa? ___ AJUDADAS ___ PREJUDICADAS.

● Então foi bom que Russell tenha afetado as pessoas com o que fez? ___ SIM ___ NÃO

 

Nunca Houvesse Adivinhado

Que Este Era O Significado

 

A interpretação de Russell de muitas das Escrituras do livro de Apocalipse é uma exaltação de si mesmo, e ainda acha pouco. Aqui temos alguns exemplos: O “outro anjo” de Apocalipse 14:17 é “o Pastor Russell mesmo, até que a colheita dos santos foi finalizada” (pág. 226); o “lagar” de Apocalipse 14:20 é “o Sétimo Volume de Estudos nas Escrituras” (The seven volumes of Studies in the Scriptures), o trabalho que exprimirá o jugo das “abominações da terra” (pág. 229); os “sete anjos” de Apocalipse 15:1 são os “sete volumes de Estudos nas Escrituras” (The seven volumes of Studies in the Scriptures) (pág. 231); os “sete anjos” de Apocalipse 15:6 são os “sete volumes de Estudos nas Escrituras” (The seven volumes of Studies in the Scriptures) (pág 235); A frase “Até que terminaram as sete pragas dos sete anjos” em Apocalipse 15:8 se refere a “até que os sete volumes de Estudos nas Escrituras (The seven volumes of Studies in the Scriptures) sejam escritos, publicados e distribuídos” (pág. 236); a frase “dizia a gritos aos sete anjos” em Apocalipse 16:1 se refere aos “sete volumes de Estudos nas Escrituras” (The seven volumes of Studies in the Scriptures) (pág. 237), etc.

 

Outra Vez Humilhem a Russell

Estas acima são surpreendentes, mas aqui temos outra que deveríamos examinar, de Apocalipse 10:1-3 (BEA). Antes de citá-la, por favor, ponderemos os versículos da Bíblia:

Apocalipse 10:1 - Vi outro anjo forte descendo do céu, envolto em nuvem, com o arco-íris por cima de sua cabeça; o rosto era como o sol, e as pernas, como colunas de fogo; Apocalipse 10:2 - e tinha na mão um livrinho aberto. Pôs o pé direito sobre o mar e o esquerdo, sobre a terra, Apocalipse 10:3 - e bradou em grande voz, como ruge um leão, e, quando bradou, desferiram os sete trovões as suas próprias vozes.

Por favor, note o seguinte: O anjo forte de 10:1 é o mesmo que bradou em grande voz em 10:3. Depois disso os sete trovões desferiram também suas vozes. Ponderemos estes versículos e isto ficará claro. Pelo contrário, o suposto "mensageiro especial da última Era da Igreja" (C.T.Russell) quer que nós pensemos, de acordo com sua própria interpretação, que o anjo em 10:1 é o "Senhor Jesus", porém, o que bradou em grande voz em Apocalipse 10:3 não é Jesus, mas ele mesmo - "Pastor Russel"! (pág. 167) Além do mais, os "sete trovões" de Apocalipse 10:3 supostamente fazem referência aos "sete volumes de ESTUDOS NAS ESCRITURAS" (The seven volumes of Studies in the Scriptures). (pág. 167)

Bom, como a herética Igreja Mórmon dos Santos dos Últimos Dias que ensina que Joseph Smith Jr. (um falso profeta biblicamente definido) tem referência a ele na bíblia, a Watchtower Society (Sociedade Atalaia) tem feito uma falácia similar, uma falsa afirmação sobre seu próprio fundador passando por alto que é o mesmo anjo do versículo 1, que bradou em grande voz, no versículo 3.

Estas são as classes de interpretações mal aplicadas que estão espalhadas por todos os materiais da Watchtower (Atalaia), até os dias de hoje. Além disso, junto com estas, temos as falsas profecias de um fundador de um sistema religioso, que supostamente teria uns únicos, especiais espirituais olhos de entendimento. Multidões de preciosas almas têm sido enganadas por Russell e seus sucessores, tal como Jesus alertou que sucederia. Ainda que a Russell, na realidade não se faz nenhuma referência em nenhuma das referencias mencionadas de Apocalipse nem de Ezequiel, se faz referencia a ele por Jesus em Mateus 24:11

e surgirá um grande número de falsos profetas que enganarão a muitos.

 

C.T.Russel foi um de muitos falsos profetas que vieram, como Jesus nos advertiu. Ele, então, é um enganador e tem enganado e destruído espiritualmente a multidões durante os anos. A pior e mais enganosa parte de todos os ensinamentos heréticos da Watchtower (Sociedade Atalaia) não tem sido as falsas profecias, mas seus ensinamentos sobre a salvação e quem é Jesus na realidade. Querido leitor, a salvação nunca está ligada com alguma organização, especialmente uma que tenha tido um histórico passado cheio de falsas profecias, ensinamentos não escriturísticos e inconsistências como a Watchtower Bible and Tract Society (Sociedade Atalaia). Ao contrário, a salvação só se encontra abandonando todos os seus pecados e pondo a sua fé submissa e 100% de confiança no Senhor Jesus e só nele, para a salvação (1João 5:12; Atos 4:10-12; 16:30-31; etc.) com 0% de confiança em uma organização. Além do mais, temos que perseverar até o fim para ser salvos (Mateus 10:22; Hebreus 3:14; Apocalipse 2:10-11).

 

 A Evidencia Assinalada

Neste Volume

O seguinte foi citado anteriormente:

Aqueles Cristãos consagrados que tem lido e apreciado totalmente a verdade como está contida nos seis volumes precedentes de ESTUDOS NAS ESCRITURAS, facilmente vêm e estão de acordo que Charles Taze Russell foi o mensageiro da Igreja em Laodicéia. Na mente de todos os que creem na Bíblia, a evidência assinalada sucessivamente neste volume estabelecerá esse fato de maneira inquestionável. (pág. 3)

A última oração na citação anterior, é dirigida àqueles que creem na Bíblia. Para aqueles que crêem na Bíblia, a evidencia assinalada neste sétimo volume supostamente estabelece o suposto fato de que Russel foi o mensageiro à Igreja em Laodicéia. Por favor, assegure-se de que eu, de todo coração creio na Bíblia e também tenho examinado minuciosamente a evidencia contida no volume sete e devo, portanto, não só rechaçar as informações de Russell, mas ir mais adiante e declará-lo como um homem espiritualmente perigoso - um falso profeta.

 

Três Perguntas Finais

● Querido leitor Testemunha de Jeová, Serás TU um dos muitos a ser enganados por um falso profeta (Mateus 24:11)? ___ SIM ___ NÃO

● Você se dá conta de que falsos profetas, como Russell e seus sucessores, nunca deveriam merecer confiança como guias Bíblicos? ___ SIM ___ NÃO

● Você vai deixar de ler a literatura distribuída por tais organizações como a Watchtower Bible a Watchtower Society e ler somente a Bíblia para aprender a verdade de Dios?

 ___ SIM ___ NÃO

(Sua literatura não é uma ajuda, mas um estorvo; não é a verdade, mas mentira e os responsáveis por tal coisa não são de Deus, mas do diabo).

Voltar a Difusión de las  Buenas  Noticias

http://www.evangelicaloutreach.org/intnl.htm

Endereço: P.O. Box 265, Washington, PA 15301-0265, USA